21 Características que todo cristão verdadeiro deve ter

Ver tópicos

Mesmo na igreja você tem se perguntado o que é ser cristão? Aprenda agora as verdadeiras características do cristianismo ensinado por Jesus

Novo convertido ou não todo cristão verdadeiro deve parecer com nosso Senhor Jesus; você nasceu de novo e precisa desenvolver estas características que todo filho de Deus deve possuir.

Será que todos que se dizem evangélicos estão realmente praticando princípios de uma vida cristã ou estão só seguindo um estilo de vida como muitos outros? O que você acha?

Obs.: Caso não tenha tempo para ler todo o artigo você pode receber as 21 características em seu e-mail, 1 por dia. Clique aqui para inscrever-se.

mensagens-biblicas-por-email

O verdadeiro cristianismo é notável na vida de uma pessoa quando ela vive de acordo com os princípios ensinados por Jesus e o ama, obedecendo suas palavras com prazer e alegria.

Os discípulos de Jesus foram chamados cristãos pela primeira vez somente alguns anos após sua ressurreição.

Em Antioquia, os discípulos foram pela primeira vez chamados cristãos. (Atos 11: 25, 26 NVI)

O cristão verdadeiro é aquele que guarda os mandamentos do Senhor Jesus e lhe obedece, e também aqueles que amam a seu próximo como a si mesmos, confira:

Atenção: Quer receber notificações de novos estudos pelo Whatsapp? Clique aqui e envie uma mensagem para Bíblia se Ensina.

2 versículos que descrevem os cristãos verdadeiros

A receita de como ser um bom cristão é simples, está no versículo abaixo:

Disse Jesus aos judeus que haviam crido nele: “Se vocês permanecerem firmes na minha palavra, verdadeiramente serão meus discípulos. (João 8: 31)

Dentre as muitas características de um cristão verdadeiro, esta deve ser a principal:

Com isso todos saberão que vocês são meus discípulos, se vocês se amarem uns aos outros”. (João 13: 35)

Estas são 2 características fundamentais dos discípulos de Jesus.

A partir daqui seu questionamento de como ser cristão vai acabar. Confira as 21 características que todos nós devemos desenvolver ao longo de nossa vida e ministério cristão.

21 características do verdadeiro cristão

#1 O verdadeiro cristão obedece a Palavra de Deus com prazer

Quem tem os meus mandamentos e lhes obedece, esse é o que me ama.

Aquele que me ama será amado por meu Pai, e eu também o amarei e me revelarei a ele”. (João 14: 21)

Quando eu ainda era novo convertido, ficava me perguntando como seria possível amar a Deus.

Eu via homens e mulheres tão dedicados a Deus e eu ficava me perguntando como isto era possível. Como posso amar alguém que não vejo?

Até que achei esta frase do Senhor Jesus que você acabou de ler no versículo acima. Ao meu ver este versículo já responde muitas coisas.

O cristão que verdadeiramente ama a Deus tem prazer e alegria em obedecer sua Palavra, a Bíblia Sagrada.

As vezes as pessoas pensam que obedecemos a Palavra de Deus porque somos forçados a isso, porque a igreja nos obriga ou porque o pastor nos punirá se não seguirmos a Bíblia Sagrada.

Se fosse assim seria difícil ser cristão, não é mesmo? Ficar seguindo ou obedecendo algo que eu não gosto. Por que eu estaria na igreja então?

Mas na verdade os verdadeiros cristãos não precisam ser cobrados a obedecer as Escrituras Sagradas, pois por amor ao Senhor Jesus estes leem, estudam de boa vontade e com alegria obedecem.

A tua palavra é muito pura; por isso, o teu servo a ama. (Salmo 119: 140 ARC)

#2 O verdadeiro cristão tem um bom testemunho de vida

Existem pessoas que estão na igreja, mas seus conhecidos mal a reconhecem como cristão.

É bem dita a palavra em 2 Coríntios 5: 17: “Portanto, se alguém está em Cristo, é nova criação. As coisas antigas já passaram; eis que surgiram coisas novas!”

Pensando nisso todo cristão verdadeiro é reconhecido pelas outras pessoas como tal, mesmo que as vezes não diga, mas as pessoas reconhecem.

Um exemplo disso é o apóstolo Pedro. Quando ele estava aguardando para ver o que aconteceria ao Senhor Jesus quando foi preso, algumas pessoas o viram e o reconheceram como discípulo dele sem que ele dissesse isso diretamente, confira:

“Pouco tempo depois, os que estavam por ali chegaram a Pedro e disseram: “Certamente você é um deles! O seu modo de falar o denuncia”. (Mateus 28: 73 NVI)

Note que reconheceram Pedro como cristão só de ouvi-lo falar em uma conversa comum.

Mas como se dá esse reconhecimento?

Com a naturalidade da convivência com Cristo e com a Palavra de Deus, a Bíblia Sagrada, estudando-a, praticando-a, orando, fazendo tudo que agrada a Deus e renunciando ao pecado.

Veja também: 5 Coisas que você pode fazer para agradar a Deus.

#3 O verdadeiro cristão cuida de sua família

Eu já ouvi algumas pessoas, inclusive intitulados pastores, dizendo que “primeiro vem a obra de Deus e depois a família”.

Engana a si mesmo o tal que assim pensa. Eu quase caí neste erro quando novo convertido, desprezando minha família de sangue e afirmando que os irmãos da igreja que eram minha verdadeira família.

Tenha certeza de uma coisa: Se sua família vai mal, tudo vai mal, independente de ser cristão ou não.

Mesmo que alguém se dê bem no trabalho ou no ministério, por exemplo, mas se a família não está bem cuidada pelo tal, está cavando um buraco para que no meio do caminho ele mesmo caia dentro.

Nosso país, nossas crianças, adolescentes, educação, respeito e dignidade, só vão mal hoje em dia porque as famílias, em boa parte delas, não se cuidam mais.

Se hoje você diz “quero ser um crente de verdade” e não cuida de sua família, saiba que até o momento tem sido pior do que um incrédulo.

Se alguém não cuida de seus parentes, e especialmente dos de sua própria família, negou a fé e é pior que um descrente. (1 Timóteo 5: 8 NVI)

Deus criou primeiro a família, depois de muito tempo a igreja.

A família está no centro da criação. Cada um deve estar seguro em seu coração de que ama a Deus sobre todas as coisas e que também ama a sua família.

Os obreiros de Deus que pensam receber toda aprovação do Senhor somente por cumprirem seu ministério, não dando tanta importância à sua família, caem em grande erro.

“Pois, se alguém não sabe governar sua própria família, como poderá cuidar da igreja de Deus?” (1 Timóteo 3: 5)

#4 O verdadeiro cristão não se envergonha do evangelho

Muitas pessoas neste mundo não compreendem o verdadeiro objetivo da mensagem do evangelho, pois ainda não reconheceram seus pecados.

Enquanto que muitos cristãos sentem vergonha até mesmo de andar pelas ruas com sua Bíblia em mãos, pois ainda não compreenderam também o motivo de serem cristãos.

Em contra partida, em certos países, muitas pessoas estão desesperadas para terem uma Bíblia em mãos, andarem em liberdade pelas ruas sem precisar esconder sua fé, etc., mas não podem.

O cristão imaturo que não entende da Bíblia Sagrada e da vida cristã tende a se envergonhar do evangelho de Cristo, e ainda se faz tal que necessita de entendimento.

Se você está dentre estes, ore a Deus arrependendo-se de coração dos seus pecados, comece a buscá-lo em sua Palavra e peça ajuda, Deus há de te responder e te dar entendimento para que você não se envergonhe mais do evangelho.

Não me envergonho do evangelho, porque é o poder de Deus para a salvação de todo aquele que crê: primeiro do judeu, depois do grego. (Romanos 1: 16)

[sociallocker id=857][/sociallocker]

#5 O cristão verdadeiro visualiza apenas a glória de Deus

Um fato inusitado aconteceu com Paulo e Barnabé na cidade de Listra em Atos 14: 8-20.

Por terem curado um paralítico de sua doença, os homens daquela cidade consideravam-nos deuses, a um chamavam Zeus e a outro chamavam Hermes.

Além disso quiseram oferecer sacrifícios aos dois apóstolos, mas ambos despertaram o entendimento daqueles homens para que se voltassem ao Único e Verdadeiro Deus (versos 14-17).

Algo semelhante aconteceu com Pedro e João, quando alguns pensaram que eles dominavam o poder para realizar milagres, eles advertiram a todos que se voltassem para Deus, veja isto em Atos 3: 11-16.

Conforme exemplos dados pelos apóstolos, uma atitude de cristão verdadeiro é saber e reconhecer que toda honra e glória é devida a Deus, todo poder vem dEle, e assim agir.

Confie no Senhor de todo o seu coração e não se apoie em seu próprio entendimento;

reconheça o Senhor em todos os seus caminhos, e ele endireitará as suas veredas. (Provérbios 3: 5-6 NVI)

#6 O cristão verdadeiro leva a sua cruz e segue a Cristo

Eis aqui uma das passagens mais difíceis de se lidar, pois desafia o ser humano a renunciar a si mesmo e seguir a Cristo incondicionalmente, levando sua cruz.

Mas o que seria negar a si mesmo e tomar sua cruz?

Vamos examinar isto de forma simples, tomando como exemplo a própria vida do Senhor Jesus.

Ao ler o contexto da conversa de Jesus com seus discípulos em Marcos 8 a partir do versículo 31, Jesus está falando sobre sua morte e ressurreição.

Aqui vamos tomar por base os versículos 31 até 33, confira abaixo:

Então ele começou a ensinar-lhes que era necessário que o Filho do homem sofresse muitas coisas e fosse rejeitado pelos líderes religiosos, pelos chefes dos sacerdotes e pelos mestres da lei, fosse morto e três dias depois ressuscitasse.

Ele falou claramente a esse respeito. Então Pedro, chamando-o à parte, começou a repreendê-lo.

Jesus, porém, voltou-se, olhou para os seus discípulos e repreendeu Pedro, dizendo: “Para trás de mim, Satanás! Você não pensa nas coisas de Deus, mas nas dos homens”.

Logo, negar a si mesmo significa fazer o mesmo que Jesus fez: renunciou o fato de ser Deus, poder escapar da morte, e entregou-se à missão que o Pai o designou segundo Filipenses 2: 5-8.

Da mesma forma nós precisamos entregar a direção de nossa vida a Deus e considerar que Ele tem o controle dela, não somos mais nós que “ditamos as regras”, mas estar pronto a viver por aquilo que Deus nos designar.

Jesus afirma, no versículo 31, que ele seria rejeitado pelos líderes religiosos, chefes dos sacerdotes e mestres da lei, que sofreria muitas coisas, inclusive carregar a vergonha da cruz como se fosse um criminoso, morrer e ressuscitar.

Tomar a sua cruz significa identificar-se com Cristo, com sua missão, com seus sofrimentos e a perseguição e rejeição que ele sofreu por causa do evangelho.

João 15: 18-20 NVI

“Se o mundo os odeia, tenham em mente que antes me odiou.

Lembrem-se das palavras que eu disse: Nenhum servo é maior do que o seu senhor.

Se me perseguiram, também perseguirão vocês. Se obedeceram à minha palavra, também obedecerão à de vocês.”

Seguir a Cristo significa viver como Ele viveu, ir onde Ele iria e onde enviar, pregar a mensagem que ele pregou e dar o exemplo que Ele deu.

Para entender isto com mais detalhes veja este vídeo de Mário Persona, está bem explicadinho.

#7 Todo cristão deve ser misericordioso

Uma coisa que me deixa muito triste e preocupado hoje em dia é a super espiritualidade.

Eu costumo chamar de super espirituais os crentes que são mais fanáticos e inclinados às tradições religiosas e que acabam ficando cegos para enxergar as necessidades daqueles que ainda não tem o conhecimento de Deus.

Tudo que eles sabem fazer é viver dizendo que estão buscando a Deus em seus cultos, vigílias, congressos, subidas a montes e etc.

São cheios de aparência religiosa e espirituais demais, mas, em sua maioria, não compreendem que ainda há muitos pecadores que precisam conhecer a Deus e encontrar solução de seus problemas, perdão para seus pecados, libertação de suas iniquidades pelo conhecimento da Bíblia Sagrada, e restauração para sua vida.

Vou dar um exemplo bíblico para descrever melhor tais cristãos cegos de misericórdia, encontra-se em Mateus 9: 9-12.

Nesta passagem Mateus (ou Levi) prepara um banquete para receber Jesus em sua casa e convida seus conhecidos para ir até lá também.

O “problema” aqui é que Mateus era um publicano e chama outros publicanos e homens pecadores para participarem desse banquete com Jesus.

Mas o que é um publicano?

Publicano é um cobrador de impostos do império Romano daquela época.

Geralmente ele era um judeu escolhido por Roma para fazer a cobrança destes impostos, e ele era visto como um traidor pelos outros judeus, como se tivesse se juntado ao império Romano que tanto oprimia os judeus naquele tempo.

Muitos publicanos enriqueciam com dinheiro ilícito, cobrando impostos além do que era justo.

O famoso Zaqueu, por exemplo, foi acusado por seus erros enquanto Jesus estava em sua casa, mas logo Zaqueu disse ao Mestre que estava se redimindo de suas faltas e restituindo às pessoas tudo que lhes devia com uma quantidade acrescentada (Lucas 19: 7, 8).

Entendendo o que é um publicano, Jesus foi julgado por uns religiosos e doutores da lei de estar se unindo e comendo não só com estes publicanos, mas também com outros pecadores, estes que foram convidados por Mateus a participar do banquete com Jesus.

O crente religioso acusa os pecadores, mas os verdadeiros crentes da Bíblia querem salvá-los

Ouvindo isso, Jesus disse: “Não são os que têm saúde que precisam de médico, mas sim os doentes.

Vão aprender o que significa isto: ‘Desejo misericórdia, não sacrifícios’. Pois eu não vim chamar justos, mas pecadores”. (Mateus 9: 12, 13)

Quantos cristãos estão julgando outros que, de certa forma, convivem com não crentes?

Quantos crentes não querem “se misturar”, ou se aproximar de pessoas que vivem longe de Deus?

Se você está procurando por atitudes cristãs positivas saiba que misericórdia é uma que está no caráter do Criador.

O verdadeiro crente do mundo é diferente, ele é misericordioso e convive com pecadores, não para consentir em seus erros, mas para dar continuidade ao ministério do Senhor de salvar os doentes espirituais; pessoas que precisam de ajuda até mesmo para enxergar e reconhecer o quanto precisam de Deus e de salvação.

#8 O cristão verdadeiro deve ser apegado à santidade

Muito contrário à cultura de nossa sociedade, santo não é aquela pessoa perfeita, o que ninguém consegue ser, nem tão pouco aquele que teve uma estátua feita em sua homenagem após sua morte, mas sim aquele que é separado dos costumes e padrões de vida deste mundo conforme constatado em Efésios 4: 17-24.

As principais características de quem é santo são a obediência e a fidelidade a Deus.

O apóstolo Paulo, por exemplo, chamava de santos a todos os irmãos da igreja de Cristo (1 Coríntios 1: 2), mesmo não sendo eles perfeitos (1 Coríntios 3: 1-3).

Todo cristão deve ter a ciência de que a santidade cristã é oposta aos costumes deste mundo como lemos nos capítulos 4 e 5 de Efésios e em Colossenses 3: 1-17.

Como ser um cristão verdadeiro se não for santo em toda sua maneira de viver? Não é possível! (1 Pedro 1: 14-19).

Seus costumes, seu jeito de ser, vestir-se, falar e principalmente pensar não podem assemelhar-se aos costumes pecaminosos ou que provocam ao pecado deste mundo.

Sem santidade ninguém verá a Deus! (Hebreus 12: 14)

#9 O cristão é justo e paga suas dívidas, mesmo as mais antigas e esquecidas.

Veja no versículo abaixo a atitude de alguém que devia aos outros e além de dever também enriquecia de maneiras ilícitas fazendo às pessoas falsas cobranças de tributos.

Mas Zaqueu levantou-se e disse ao Senhor: “Olha, Senhor! Estou dando a metade dos meus bens aos pobres; e se de alguém extorqui alguma coisa, devolverei quatro vezes mais”. (Lucas 19: 8 NVI)

O cristão verdadeiro não só arrepende-se das dívidas que fez ou se prejudicou alguém, como também busca restituir os prejuízos causados sejam a comércios ou a outras pessoas em particular.

As vezes dá um certo trabalho consertar toda bagunça, ou uma coisa pequena, eu mesmo já tive que consertar dívidas antigas que eu já até havia esquecido e que não causavam tanto prejuízo ao meu credor, mas minha consciência agradeceu ao trabalho.


Veja também (clique para conhecer):

#10 O cristão verdadeiro não se satisfaz com os costumes, erros e maneiras de pensar e viver deste mundo

Este tópico é pra fazer um desafio a você mesmo!

De fato o versículo 2 de Romanos 12 é muito conhecido dentre nós cristãos, clique aqui para ler.

Mas a verdade é que muitos cristãos não o estão praticando, mesmo as vezes sem perceber.

Muitos estão compactuando com os padrões deste mundo e não se dão conta, isto acontece porque não tiveram sua mente transformada pela Palavra de Deus.

A Bíblia Sagrada deve causar uma renovação no entendimento do cristão, e a partir daí ele deve viver de maneira diferente e pensar de maneira diferente e santa, só assim vai realmente saber e experimentar da boa, perfeita e agradável vontade de Deus.

Pare um pouco para pensar com quais padrões deste mundo você tem se amoldado? Suas amizades te influenciam ao mundo ou a Cristo, por exemplo?

Pratica as mesmas coisas pecaminosas que outras pessoas consideram ser comuns?

Existem costumes pecaminosos que são tão comuns que muitos cristãos chegam a duvidar de que a Bíblia os condena

Faça um desafio a si mesmo e comece a desejar e a buscar a mudança.

Lembre-se de que se não buscarmos nos transformar pela renovação do nosso entendimento (se é que temos entendido a Bíblia Sagrada), não poderemos experimentar e muito menos entender a vontade de Deus para nossas vidas e para toda humanidade!

Mas como ter seu entendimento renovado por uma Palavra que você não conhece ou entende? Uma Bíblia que não sabe ler ou não sabe por onde começar a lê-la?

Se você quer aceitar este desafio então leia o artigo 4 passos para renovar sua mente segundo a Bíblia Sagrada! (Clique para ler o artigo completo).

#11 O cristão sincero não tem ídolos evangélicos!

Se tem uma coisa que muito me entristece e por vezes me deixa indignado em nossa vida cristã atual, são as idolatrias gospel.

Se os israelitas do tempo antigo pecavam juntando-se com outras nações e adorando deuses estranhos, os cristãos de hoje em dia, infelizmente, mergulham a fundo na sua falta de entendimento e desejos por aventuras e colocam no palco e até nos altares das igrejas evangélicas a abominação da idolatria.

Adorar ídolos evangélicos não é muito diferente do que adorar os deuses estranhos que os israelitas adoraram antigamente.

Veja a situação que aconteceu em Êxodo 32: 1-6.

Após ler o texto, note que o próprio povo pediu a Arão que fizesse um deus para si.

Ao fazer o bezerro de ouro alguns israelitas transferiram um feito de Deus, que foi a libertação da escravidão do povo no Egito, para o bezerro de ouro, ou seja, pegaram uma glória devida a Deus e a deram ao bezerro.

Deus não divide sua glória com ninguém! (Isaías 42: 8)

O cristão verdadeiro não tem ídolos, por mais que alguns digam “isso não tem nada a ver”, Deus ainda não ocupa o primeiro lugar em sua vida, e seu compromisso não está com a Palavra de Deus.

Precisamos nos policiar, pois na boca destes o assunto mais falado são seus ídolos, sua aparência é mais chegada a de seus ídolos, pois do que o coração está cheio fala a boca.

Isto é um verdadeiro problema, pois percebendo ou não, o tal crente vai deixando Deus sem importância em sua vida, e torna-se propício ao pecado, achando estar no caminho certo.

Veja mais sobre idolatria no artigo O que é idolatria? Entenda os males causados por ela!

#12 O cristão verdadeiro não é exageradamente religioso

A religiosidade exagerada despreza as necessidades das pessoas, deixando os crentes mais insensíveis e arrogantes. Veja isto em Tiago 2: 1-5.

Tal religiosidade faz o crente ficar fanático, achando que está servindo ao Senhor, ele despreza os mandamentos mais básicos, como Jesus bem repreendeu aos religiosos de sua época em Marcos 7: 10-13; alimenta a falsidade para com Deus no coração fazendo o crente viver só de aparências (Marcos 7: 1-9).

A religiosidade exagerada foi responsável pela crucificação de Jesus (Marcos 8: 31Mateus 20: 17-19), faz o crente se tornar um pregador da Palavra de Deus, mas não um praticante dela (Mateus 23: 1-4), faz o homem querer glória para si (Mateus 23: 5-7).

O cristão exageradamente religioso pensa que está trabalhando pra Deus em tudo que faz e não enxerga o tamanho de seus pecados (João 16: 1, 2 – Atos 22: 19-20).

Tome muito cuidado com o apego exagerado ao ministério dos profetas do Antigo Testamento!

Hoje em dia muitos crentes fanáticos apegam-se com exagero ao ministério dos profetas do Antigo Testamento e acham que devem fazer muitas coisas iguais a eles.

Precisamos tomar muito cuidado com isto, pois o ministério dos profetas encerrou-se em João Batista, apos isso devemos nós realizar a obra de Deus de acordo com as orientações do Mestre e dos apóstolos, mediante o Espírito Santo.

A Lei e os Profetas profetizaram até João. Dessa época em diante estão sendo pregadas as Boas Novas do Reino de Deus, e todos tentam conquistar sua entrada no Reino. (Lucas 16: 16 KJA)

O início do ministério do Espírito Santo aconteceu em Atos 2 conforme Jesus havia prometido em Atos 1: 8 e João 16: 7-11.

Veja em Lucas 9: 51-56 o que Jesus falou aos seus discípulos uma certa vez que eles quiseram imitar a atitude de um dos profetas do Antigo Testamento.

Uma situação insensata que aconteceu em nossa atualidade com um irmão meu. Uma determinada mulher que julgava ser profeta o viu na rua parou na frente dele e disse:

Jovem posso te entregar algo da parte de Deus?

Eu estava vindo de lá e avistei vocês aqui e Deus me incomodou de falar pro jovem:

Deus tem uma obra linda na tua vida, mas Ele vai fazer algo que o irmão não vai entender agora, mas depois o irmão vai entender.

Deus vai te permitir entrar em um centro e lá você vai raspar sua cabeça, cortar seu pulso e oferecer sacrifício ao diabo, mas isso tudo que o jovem vai fazer é plano de Deus, pra Deus salvar as almas que tem lá dentro.

  1. Deus não dá sua glória a ninguém (Isaías 42: 8); então como poderia ele ir pra lá sacrifica e adorar ao diabo, mesmo após Deus o ter libertado dele?
  2. “Mas talvez vocês se perguntem: ‘Como saberemos se uma mensagem não vem do SENHOR?’ Se o que o profeta proclamar em nome do SENHOR não acontecer nem se cumprir, essa mensagem não vem do SENHOR. Aquele profeta falou com presunção. Não tenham medo dele.” (Deuteronômio 18:21-22 NVI)

Por fim, o cristão verdadeiro sabe qual é a religião de Deus, ou aquela que é aceita por Deus (Tiago 1: 26, 27); ele sabe que o bom é ter domínio próprio e ser moderado em tudo (Eclesiastes 7: 16-18).

#13 O cristão verdadeiro gosta de ir à Escola Bíblica Dominical

A escola bíblica dominical é o trabalho da igreja em que mais aprendemos a Palavra de Deus, pois nele estudamos com calma um determinado assunto da Bíblia e temos a oportunidade de fazer perguntas durante a aula, aprender com as dúvidas de outros alunos, ver com calma na Bíblia o que se está estudando e etc.

O cristão de verdade gosta de ir à Escola Dominical porque ele quer ouvir, ler e aprender da Bíblia Sagrada.

Aliás se você ainda se pergunta como ser um cristão verdadeiro esta resposta você pode encontrar naturalmente frequentando a Escola Bíblica Dominical.

O próprio salmista Davi daria um bom exemplo de como ser um cristão de verdade e frequentaria à EBD todos os domingos sem faltar. comprove isso em Salmo 27: 4 e 119: 16.

Se você tem dificuldades de ir a EBD ou ainda não sabe de sua importância, confira o estudo 4 frases de Jesus sobre a Escola Dominical [a 3ª é grave].

Se você é professor e quer que suas aulas sejam ainda melhores receba nossas dicas exclusivas para professores da EBD visitando esta página.

dicas para professores de escola dominical

#14 O cristão não se abala com qualquer notícia ou fica amedrontado com o fim do mundo e a volta de Jesus Cristo

Se tem uma coisa que muito me incomoda hoje em dia são os crentes que ficam alarmados e quase entram em desespero com notícias que predizem o fim do mundo.

O cristão verdadeiro precisa ter certeza de que ama ao Senhor Jesus e de que Deus, o Pai, lhe deu por herança o Reino dos céus (Lucas 12: 32).

Quem ama a Deus não tem medo do juízo final (1 João 4: 16-18).

Só tem medo da volta de Jesus aqueles que não estão permanecendo nele (1 João 2: 28).

Saiba mais no artigo Entenda como vencer o medo da volta de Jesus.

O cristão verdadeiro que conhece a Palavra de Deus não vive por aí andando de um canto a outro quase que desesperado alarmando a todos sobre a vinda do Senhor Jesus, demonstrando insegurança e deixando as pessoas confusas com relação a este assunto, e até mesmo querendo se afastar dele por ser chato ou mal explicado pelo tal (2 Tessalonicenses 2: 1-2).

#15 O cristão de verdade busca fazer sempre o que agrada a Deus

Assim que eu me converti e me dei conta da minha realidade de pecador contra Deus, o meu Criador, eu comecei a ficar me perguntando como então, agora convertido, eu poderia ter intimidade e comunhão com Deus.

O que fazer pra Deus estar sempre comigo?

Acho que muitas pessoas devem se perguntar isso também.

Foi então que encontrei uma frase do Mestre em João 8: 29, e achei a resposta para sempre ter a presença de Deus comigo, veja:

“Aquele que me enviou está comigo; ele não me deixou sozinho, pois sempre faço o que lhe agrada” (NVI)

Quando fazemos sempre o que agrada a Deus, Ele não nos deixa só, teremos sempre a presença do nosso Criador conosco, nos abençoando.

Para saber um pouco mais sobre como agradar ao Senhor leia o artigo 5 Coisas que você pode fazer para agradar a Deus.

Eu te afirmo com toda certeza que só há uma forma de você descobrir quais são as coisas que agradam a Deus.

Não é por muita oração que você vai descobrir isso, não é subindo ao monte com certos irmãos em busca de revelações e profecias, nem “adorando muito” nas vigílias da noite e cultos.

Quando você quer conhecer alguma pessoa melhor, ou tem dúvida sobre alguém ou alguma coisa, o que você faz para saber mais informações?

Aposto que vai responder: “pesquiso no Google” 😛

Há uma fonte de pesquisa para saber o que agrada a Deus: A Bíblia Sagrada!

Mas não basta somente ler por ler, é necessário estudá-la para adquirir conhecimento.

Mas vocês respondam assim: “O que devemos fazer é consultar a lei e os ensinamentos de Deus. (Isaías 8: 20a NTLH)

O cristão verdadeiro ama ao Senhor e tem prazer em fazer o que lhe agrada, guardando sua Palavra (João 14: 21).

Confira também o vídeo Ferramentas de auxílios para uma fácil leitura e estudo bíblico.

#16 O cristão deve estar sempre buscando crescimento espiritual

O cristão verdadeiro se apega ao seu Deus e quer estar próximo a Ele cada vez mais, buscando-o.

Ouso dizer que alguns até desejam acontecer consigo o que aconteceu com Enoque em Gênesis 5: 22-24, ele foi levado ao céu por Deus ainda em vida, pois andou com Deus e este o tomou para si…

A Bíblia instiga o cristão a não somente conhecer a Deus, mas também a crescer continuamente em seu conhecimento, confira:

Conheçamos e prossigamos em conhecer o Senhor […] (Oseias 6: 3a ARC)

Isto significa que o cristão deve alimentar diariamente seu relacionamento com Deus,

No Novo Testamento não é diferente. O apóstolo Pedro continua orientando os cristãos a crescerem espiritualmente cada vez mais, confira isto em 1 Pedro 2: 2 e 2 Pedro 3: 18.

O cristão que não deseja continuamente o crescimento espiritual traz para si vários problemas, e não somente para si, mas para toda igreja.

Preste bem atenção nas situações que aconteceram na igreja de Corinto nestas passagens:

irmãos em Cristo que viviam em brigas e discordâncias 1 Coríntios 3: 1-3;

Irmãos fazendo coisas piores do que mundanos 1 Coríntios 5: 1-3.

Você que é cristão, deve gostar de crescer na graça e no conhecimento do Senhor Jesus e não ficar criando barreiras para isso.

Clique aqui para receber em seu e-mail uma série de vídeos que preparei para te ajudar a vencer diversas dificuldades e a preguiça de ler a Bíblia Sagrada a fim de que você cresça mais para com Deus.

como vencer o desanimo de estudar a biblia

#17 O cristão verdadeiro e sincero também comete pecados e pode até ficar ausente da igreja por um tempo, mas sempre se arrepende e volta-se para Deus

O cristão que verdadeiramente nasceu de novo não é perfeito, ele é pecador também e se disser que não é, está mentindo (1 João 1: 8).

Mas quando achasse em pecado o cristão verdadeiro arrepende-se e volta para Deus (Salmo 51: 1-610-12).

#18 O cristão verdadeiro e fiel gosta de conhecer a Bíblia Sagrada, pois não gosta de errar ou pecar contra Deus

Guardei no coração a tua palavra para não pecar contra ti. (Salmo 119: 11 NVI)

O cristão verdadeiro tem o sincero desejo de conhecer a Bíblia Sagrada a fim de praticar seus escritos para não pecar contra seu Deus. como diz o salmo acima.

Somente conhecendo mais e mais a Deus através das Sagradas Escrituras poderemos saber o que seria pecado contra Ele e como podemos evitá-lo e vencê-lo.

Além de conhecer a Bíblia com objetivo de não pecar contra Deus, o cristão de verdade quer conhecê-la melhor para não cometer erros de interpretação da mesma e assim ensinar errado aos outros.

Em Mateus capítulo 22 certos saduceus trouxeram uma situação a Jesus a fim de questioná-lo e colocá-lo à prova.

Jesus primeiramente afirma que aqueles homens estavam enganados até mesmo na pergunta que fizeram a ele.

O erro deles era por não conhecerem as Escrituras (a Bíblia de nossos dias) e nem o poder de Deus.

Confira a passagem clicando aqui.

Você realmente quer se comprometer com o estudo bíblico e não cair em erros de interpretação enquanto fala da Palavra de Deus?

conheça sua bíblia de capa a capaGostaria de estudar a Bíblia continuamente e entendê-la com mais facilidade, de Gênesis a Apocalipse, mas não sabe como?

A solução para entender a Bíblia toda está aqui!

Um portal de assinatura bíblico???

Certamente você já ouviu falar do portal de assinatura de filmes Netflix, correto?! Você paga um baixo valor de assinatura mensal e assiste a quais e a quantos filmes quiser.

Talvez você até tenha uma assinatura também, assim como eu.

Mas que tal conhecer o portal de assinatura bíblico Conheça sua Bíblia de capa a capa? Ou melhor dizendo, conheça sua Bíblia de Gênesis a Apocalipse!

Conheça sua Bíblia toda através de vídeo aulas semanais. Clique aqui para conhecer o portal agora mesmo!

#19 O cristão verdadeiro não segue o exemplo dos ímpios

Preste bem atenção nesta situação que eu vou descrever agora, uma experiência própria de vida, mas diversos cristãos seguem este mau exemplo e muitas vezes nem se dão conta.

Quando eu não era cristão,  ao ver um homem bêbado pelas ruas, eu logo começava a rir, e se estivesse junto a algum amigo eu caçoava dele também.

Isto é muito comum acontecer entre a grande maioria dos não crentes, sabemos disso.

Depois que me tornei cristão, no entanto, meus olhos se abriram e eu comecei a ver ou imaginar as realidades que estavam por trás de toda aquela bebedeira.

Talvez estivesse ali um pai de família que, sem conseguir dominar seu vício, estava desperdiçando seu dinheiro trabalhado na bebida e jogando fora a paz e a comunhão de sua família, trazendo caos para toda sua casa.

Uma certa vez, eu era convertido a apenas algumas semanas, me deparei com uma cena muito infeliz na esquina da minha casa, à noite.

Um homem completamente embriagado mal conseguia ficar de pé. Ele estava com uma bicicleta e era só levantar, com muita dificuldade, para cair novamente, e era cada tombo que normalmente quem visse iria gargalhar… 🙁

Fiquei olhando ali a alguns metros de distância chocado com aquela cena, um rapaz logo veio o ajudar, pois o conhecia.

Eu mal consegui sair do meu lugar observando aquilo e nem consegui dizer uma palavra a um conhecido que estava ao meu lado. Vi ali a situação do ser humano no mundo, sem Deus em sua vida.

Fiquei pensando comigo: “antigamente eu ria disso, mas hoje fiquei chocado”.

Alguns anos depois, também à noite, eu estava saindo da casa de um irmão em Cristo e me deparei com outra cena parecida.

Um homem, de pelo menos mais que 45 anos, saía de um bar e ia andando pela calçada. Ele andava tonto de bêbado e uns rapazes que o viram caçoaram dele: “tá ventando forte hein kkk”.

Eu comecei a imaginar porque motivo ele estaria ali bêbado e me compadeci em vez de dar risos.

Eu o esperei na esquina da rua e quando ele passou perto eu o chamei e comecei a evangelizá-lo.

Depois de um tempo conversando com ele parece que “caiu a ficha” nele e fez uma cara de perplexidade, me olhou e disse:

“Deus só pode ter algo especial pra minha vida. Você não está aqui pra fazer outra coisa?”, me perguntou, “você não está esperando ninguém? Só parou aqui pra falar comigo?”, eu disse: “não estou aguardando ninguém e parei aqui só pra falar contigo mesmo!”.

Você ri de bebuns? Isto é muito comum até mesmo dentre muitos cristãos, infelizmente

Imagine se meu comportamento fosse como dos zombadores e risse do bebum quando o visse como fizeram os rapazes que estavam passando perto do bar quando o viram sair?!

Fico imaginando o quanto nós cristãos nos fazemos de cegos ou negligentes muitas vezes e imitamos o comportamento dos ímpios e não nos damos conta.

Depois de ler tudo isto, reflita melhor no salmo abaixo, tenho certeza que já deve tê-lo ouvido.

Os justos e os ímpios

Como é feliz aquele que não segue o conselho dos ímpios, não imita a conduta dos pecadores, nem se  assenta na roda dos zombadores!

Ao contrário, sua satisfação está na lei do Senhor, e nessa lei medita dia e noite. (Salmo 1: 1, 2)

#20 O cristão verdadeiro e que de fato conhece ao seu Deus e seu poder, não fica se fazendo de coitado ou de vítima, choramingando pelos cantos

Está aí uma coisa que tem me incomodado muitíssimo hoje em dia.

Particularmente acho ridículo quando postam nas redes sociais imagens com frases que subentendem que Deus está a serviço do pobre coitado do crente que está sofrendo.

Muitos cristãos leem certas mensagens compartilhadas, e começam a expor suas mágoas e lamentos, problemas que em nada assemelham-se à confissão de pecados que o profeta Daniel fez a Deus enquanto estava cativo na Babilônia com muitos israelitas, por exemplo (Daniel 9: 1-19).

Muitos parecem que gostam de se fazer de coitados, gostam que as pessoas sintam pena deles.

Veja também: Entenda como o sofrimento do cristão é permitido por Deus!

O sofrimentos dos judeus por causa de seu pecado contra Deus

A situação que os judeus viviam, na época em que Daniel fez a confissão de que falei acima, era caótica.

Jerusalém estava há muitos anos destruída e praticamente desabitada, passando por uma grande pobreza e miséria (Neemias 1: 1-3).

Muitas pessoas foram mortas quando o rei da Babilônia, Nabucodonosor, invadiu a cidade com seu exército: homens, mulheres, crianças, velhos e jovens.

Os que não morreram ficaram nas províncias perto da cidade, sofrendo com a escassez e pobreza, enquanto que muitos outros, incluindo o profeta Daniel e seus amigos, foram levados prisioneiros à Babilônia (2 Crônicas 36: 15-20).

Obviamente há muita aflição e sofrimentos em nossos dias também, perseguição aos cristãos e em muitos países isto está assemelhando-se ao acontecimento da destruição de Jerusalém por Babilônia, em outros não.

Tristeza e choro fazem parte do dia a dia de muitas pessoas, por motivos diferentes, mas isto não será para sempre.

Não é por se expor, por digitar “amém” nas publicações do Facebook e se fazer de “pobre coitado” pela internet que o problema será resolvido de uma hora para outra.

Não fale seus problemas a quem não pode ajudar a resolvê-los

Veja o exemplo da mulher sunamita cujo filho havia morrido. Ela foi ver o profeta Eliseu para ajudá-la naquela situação.

No caminho até o profeta ela se encontrou com Geazi, servo de Eliseu, que perguntou se ia tudo bem, ela respondeu que sim, mesmo tendo seu filho morto.

Mas por que ela respondeu que estava tudo bem? Justamente porque ela não queria compartilhar de seu problema com quem não poderia ajudar a resolvê-lo (2 Reis 4: 26-30).

O cristão verdadeiro deve fortalecer-se no Senhor, sabendo que dele vem nosso socorro e fortaleza. Ele é quem cura nossas feridas e nos dá consolo. Leia Salmo 103 e 2 Timóteo 2: 1.

#21 O cristão verdadeiro e sincero vê a necessidade de se compartilhar, ensinar e pregar a Palavra de Deus, e mobiliza-se de alguma forma para fazer isto

Uma vez salvo, o cristão verdadeiro sabe que precisa anunciar a todos a mensagem do Senhor Jesus, as boas novas de arrependimento de pecados e salvação (Atos 4: 19-20).

Foi assim que fez a mulher samaritana após ter crido no Senhor Jesus, tendo o encontrado junto ao poço (João 4: 28-30); também fez isto o homem gadareno do qual o Senhor expulsou uma legião de demônios (Marcos 5: 20).

Eu estou fazendo isto nesse momento através deste blog, nas aulas da EBD que leciono na igreja e nas oportunidades que o Espírito Santo me dá 🙂

Você, salvo em Cristo Jesus, tem se movido para pregar a palavra do Senhor aos pecadores? Ou sente-se ainda incapaz de fazer isto?

Se você sente esta necessidade também, quer fazê-lo, porém não sabe como e precisa de ajuda, quer se capacitar melhor para exercer o ministério da evangelização, conheça os cursos bíblicos de nosso parceiro Universidade da Bíblia.

Se você quer apenas capacitar-se para o evangelismo pessoal conheça o Curso Básico + Médio de Teologia e capacite-se no conhecimento da Palavra de Deus para isto.

Se você quer pregar a Palavra nas igrejas ou em eventos públicos e etc, conheça o Kit Curso Pregador Completo! – Como preparar sermões e pregar a Bíblia! (clique para conhecer).

Você também pode ler algumas dicas de como evangelizar pessoalmente. Confira nosso artigo 11 dicas para evangelizar com simplicidade – a 4ª é essencial.

Espero que todo este conteúdo tenha abençoado grandemente sua vida para com Deus.

Que o mesmo Deus lhe dê graça e sabedoria em tudo.

Deixe seu comentário abaixo dizendo qual das características foi mais impactante para você e qual vai colocar em prática ainda hoje! Amém.

Quer entender a Bíblia melhor, mas não sabe como? Aprenda com 13 dicas práticas!

Gabriel Filgueiras

Cristão desde novembro de 2006 e Professor da Escola Bíblia Dominical desde julho de 2008, faço parte da Terceira Igreja Batista de Rio das Ostras, RJ. Minha missão é fazer que as pessoas cresçam passando a elas o que já aprendi e mostrar que todo cristão precisa entender bem a Bíblia Sagrada (2 Timóteo 2: 15).

Website: http://wp.me/P7fxRD-dd

Deixe seu comentário