Entenda como vencer o pecado da ira [Estudo Efésios 4:26]

As vezes cometemos o pecado da ira inesperadamente. Neste estudo bíblico você vai aprender a não cair nele e sofrer com suas consequências.

É muito interessante o que a Bíblia nos diz sobre o pecado da ira em Efésios 4: 26.

Muitas pessoas tem dificuldades de entender o que esta passagem quer dizer, mas esta dificuldade só existe em algumas versões da Bíblia, veja:

“Irai-vos e não pequeis; não se ponha o sol sobre a vossa ira.” (Efésios 4:26 – Almeida Revista e Corrigida)

estudo-para-vencer-pecado-da-ira

Nessa passagem o apóstolo Paulo está dizendo que é normal ficarmos irados em certas ocasiões, mas nós não devemos continuar irados quando o sol se pôr, ou seja, anoitecer.

Isto quer dizer que não devemos conservar a ira em nosso coração e deixá-la dominar nossa mente a ponto de termos atitudes precipitadas e impensadas que podem até causar tragédias.

Você entenderá Efésios 4: 26 com mais facilidade se lê-lo na Nova Versão Internacional, confira:

“Quando vocês ficarem irados, não pequem”. Apaziguem a sua ira antes que o sol se ponha”. (Efésios 4:26)

Veja a atitude de Caim ao conservar a ira no seu coração contra seu irmão Abel.

Tenho certeza que você já conhece essa história:

“O SENHOR disse a Caim: “Por que você está furioso? Por que se transtornou o seu rosto?

Se você fizer o bem, não será aceito? Mas, se não o fizer, saiba que o pecado o ameaça à porta; ele deseja conquistá-lo, mas você deve dominá-lo”.

Disse, porém, Caim a seu irmão Abel: “Vamos para o campo”. Quando estavam lá, Caim atacou seu irmão Abel e o matou.” (Gênesis 4:6-8)

Note que Deus ainda alerta a Caim sobre o pecado da ira que ele estava alimentando contra seu irmão no coração e lhe aconselha a dominá-lo, porém Caim não deu ouvidos.

Algumas pessoas podem não consumar o pecado da ira através de uma atitude tão trágica como essa que teve Caim, mas a ira também vem acompanhada de outras atitudes ruins, veja:

“Livrem-se de toda amargura, indignação e ira, gritaria e calúnia, bem como de toda maldade.” (Efésios 4:31 NVI)

Por acaso você já viu alguma pessoa irada descontar toda sua raiva em cima de outros gritando, ou então fazendo calúnias para seus conhecidos?! Aposto que sua resposta é sim.

É inevitável ficarmos irados as vezes, somos seres humanos, mas o que realmente importa é termos domínio próprio para não alimentarmos o sentimento e o pecado da ira em nosso coração.

Cada um reage de uma forma diferente quando está irado, mas não convém que este sentimento pecaminoso conviva entre nós.

3 Provérbios que falam sobre o pecado da ira

“O homem irado provoca brigas, e o de gênio violento comete muitos pecados.” (Provérbios 29:22 NVI)

Este provérbios dispensa comentários, basta lê-lo com atenção. É óbvio que ser por natureza conservador do pecado da ira está divorciado dos padrões divinos.

“A ira do insensato num instante se conhece, mas o prudente oculta a afronta.” (Provérbios 12:16 ARA)

Você já viu aquelas pessoas que ficam iradas com facilidade e ainda falam disso como se fosse um troféu: “eu sou tranquilo, mas não pisa no meu calo se não eu fico nervoso”.

A Bíblia considera tal pessoa como um verdadeiro insensato, mas o homem sábio suporte afrontas para evitar brigas e contendas.

E para completar o provérbio sobre a ira acima:

A pessoa que se ira muito rapidamente faz loucuras, e o homem que vive tramando ciladas é odiado. (Provérbios 14: 17 KJA)

Moisés não entrou na terra prometida porque agiu tomado de ira contra o povo

A passagem de Números 20: 1-12 é o episódio em que Deus acaba não permitindo que Moisés e Arão entrem na terra prometida, mas vamos refletir exatamente por que isso aconteceu.

Alguns crentes acham que Moisés foi proibido de entrar na terra prometida simplesmente porque bateu na rocha quando o Senhor mandou que ele apenas falasse à ela para que jorrasse água de si.

“Pegue a vara, e com o seu irmão Arão reúna a comunidade e diante desta fale àquela rocha, e ela verterá água.” (Números 20:8a)

A situação era realmente estressante, a irmã de Moisés, Miriã, tinha falecido a pouco, o povo vinha até ele e reclamava muito com a falta de água em vez de confiar em Deus.

E embora Deus já tivesse dado a solução do problema a Moisés, como lido no versículo acima, Moisés decide agir tomado de ira contra o povo e não segue a orientação dada por Deus, veja qual foi sua atitude:

Então Moisés pegou a vara que estava diante do SENHOR, como este lhe havia ordenado.

Moisés e Arão reuniram a assembleia em frente da rocha, e Moisés disse: “Escutem, rebeldes, será que teremos que tirar água desta rocha para dar a vocês?”

Então Moisés ergueu o braço e bateu na rocha duas vezes com a vara.

Jorrou água, e a comunidade e os rebanhos beberam.” (Números 20:7-11)

Diante de tal atitude o Senhor declara a Moisés e Arão que eles não entrariam na terra prometida.

Além de terem agido com o pecado da ira eles não honraram o nome do Senhor diante dos israelitas ao tirar água da rocha, mas disseram: “será que teremos que tirar água desta rocha para dar a vocês?”

Se Moisés não tivesse agido tomado pela ira e tivesse seguido a orientação divina certamente teriam entrado na terra prometida.

Quantas vezes nós pecamos com isto também e não conseguimos controlar nossa raiva

Mesmo sabendo que determinado problema pode ser solucionado de forma pacífica damos lugar ao pecado da ira e acabamos tomando atitudes impensadas e damos lugar à ira em nosso coração.

A ira é um sentimento diabólico que está espalhado em nosso mundo de uma forma tão natural que as vezes nos acostumamos com isto, e acaba nos contaminando, mas não convém que seja assim!

Se dermos lugar ao pecado da ira, também daremos lugar ao diabo para trabalhar em nossa vida e em nossas atitudes conforme ensinado em Efésios 4: 27.

Dicas simples que podem nos ajudar a controlar os momentos de ira ou raiva

As pessoas que geralmente se deixam estressar com facilidade no seu dia a dia certamente não conseguirão dominar o pecado da ira quando este se manifestar em determinadas ocasiões.

Ao continuarmos lendo Efésios 4 e o início do capítulo 5 temos uma série de boas práticas que nos levam a nos prevenir de perder a calma com frequência.

“Livrem-se de toda amargura, indignação e ira, gritaria e calúnia, bem como de toda maldade.

Sejam bondosos e compassivos uns para com os outros, perdoando-se mutuamente, assim como Deus os perdoou em Cristo.

“Portanto, sejam imitadores de Deus, como filhos amados,

e vivam em amor, como também Cristo nos amou… ” (Efésios 4:31-32; 5:1-2a)

Vencendo a ira com o fruto do Espírito

A ira também é classificada como uma obra da carne em Gálatas 5: 20.

Se não cuidarmos de vivermos em paz em nosso dia a dia e não se deixar levar por pequenos momentos de estresse, não seremos capazes de nos segurar nos momento de muita ira.

Assim como uma árvore só dá frutos depois de muito cuidar dela, regá-la e podá-la, da mesma forma devemos alimentar o fruto do Espírito dia após dia para que possamos suportar os dias maus.

“Mas o fruto do Espírito é amor, alegria, paz, paciência, amabilidade, bondade, fidelidade, mansidão e domínio próprio. (Gálatas 5:22-23a)

Além de tudo isso lembre-se desta frase muito famosa em nossos dias: “gentileza gera gentileza”.

Portanto mesmo se alguém se comportar de maneira irada contra você, se for grosso, ou te ignorar e etc., não o responda ou aja da mesma forma, faça diferente e você verá que o resultado será muito melhor, pois plantará paz.

“A resposta calma desvia a fúria, mas a palavra ríspida (grosseira) desperta a ira.” (Provérbios 15:1) – parênteses do autor.


Recomendado para você: 3 Maneiras de ocupar a mente com as coisas de Deus.

Compartilhe este estudo para ajudar mais pessoas a compreenderem e vencerem o pecado da ira

Ajude uma geração inteira a santificar-se mais para o Senhor, lutando contra os pecados comuns de nosso mundo atual.

Aprenda a desenvolver o hábito de estudar a Bíblia. Desfrute de uma verdadeira transformação em sua vida!

Gabriel Filgueiras

Cristão desde novembro de 2006 e Professor da Escola Bíblia Dominical desde julho de 2008, faço parte da Terceira Igreja Batista de Rio das Ostras, RJ. Minha missão é fazer que as pessoas cresçam passando a elas o que já aprendi e mostrar que todo cristão precisa entender bem a Bíblia Sagrada (2 Timóteo 2: 15).

Website: http://wp.me/P7fxRD-dd

Deixe seu comentário