Entenda porque Jesus falou pra deixar o joio e o trigo crescerem juntos

Por que o joio e o trigo devem crescer juntos? Entenda uma situação na prática agora!

Ao ver a parábola do joio e do trigo em Mateus 13: 24-30 e 36-43 começamos a nos perguntar que situações podem acontecer em nosso dia a dia que levam-nos a permitir que o joio e o trigo cresçam juntos.

As situações realmente são diversas, tenho certeza que você também conhece alguma.

O joio e o trigo: quem é quem?

Neste artigo eu vou compartilhar uma situação que eu presenciei em uma igreja da qual eu fiz parte pra levar-nos a compreender melhor o que Jesus falou a respeito de deixar o joio e o trigo crescerem juntos.

Ao final do artigo eu gostaria de ler seu comentário expondo alguma situação que você também tenha vivenciado ou tenha conhecimento dela.

Todo propósito aqui é explicar a Palavra do Senhor a fim de esclarecer seu entendimento e edificar sua fé.

Quem é o joio e quem é o trigo?

Poderemos nos deparar com uma triste realidade quando pensamos em quem é o joio.

Literalmente ele é uma planta daninha que cresce junto com o trigo em determinadas situações e é muito parecido com ele, mas este só danifica o trigo verdadeiro.

A Bíblia diz que o joio foi plantado pelo inimigo na parábola que Jesus nos contou.

O trigo é, literalmente, a parte boa de toda plantação que é usada para alimento.

A triste realidade de se pensar aqui é que assim como o joio foi plantado pelo inimigo para danificar a plantação, infelizmente pessoas más também penetram em nossas igrejas com aparência de boas, e secretamente ou sorrateiramente acabam prejudicando aqueles que realmente são bons, e ainda contaminando a alguns.

Isto é, fazendo que aqueles que são bons tornem-se maus.

Onde eu vi um joio no meio do trigo na prática?

Certa ocasião eu fazia parte de uma pequena igreja que tinha também poucos membros.

Um dos presbíteros foi visto por outro fazendo uma coisa não agradável quase que publicamente.

Este não serviu de bom exemplo de comportamento cristão, o que o homem de Deus deve ser para o rebanho de Cristo, a igreja. Ele deve ser um exemplo (1 Pedro 5: 3).

Logo o presbítero que viu o outro que não deu o bom exemplo, foi levar a situação ao pastor, esperando que ele tivesse uma posição severa e repreendesse o tal.

Todavia eu presenciei o pastor pedindo um pouco de paciência para que a situação fosse resolvida da maneira mais pacífica possível e não tomar nenhuma atitude precipitada, depois ele veio explicar-nos por quê dessa decisão.

O pastor nos disse que se ele tomasse alguma atitude sem antes pensar no que fazer ele poderia correr o risco de ofender aquele que se comportou mal e através da ofensa gerada a ele também atingir sua esposa e filhos, estes já davam um bom exemplo de fé e conduta cristã.

Eis a frase que o pastor disse: “nós estamos lidando com almas e precisamos ter muito cuidado antes de fazer qualquer coisa, a fim de não afastar da igreja pessoas que não tem culpa nenhuma.”

Depois que essa situação aconteceu eu pude entender melhor porque Jesus falou para não arrancar o joio antes de tempo, a fim de que não arranque junto com ele o trigo também.

Aqueles que geram escândalos e fazem os outros tropeçar na igreja (o joio) serão arrancados no dia do juízo

O joio e o trigo podem crescer juntos agora, mas certamente chegará a hora em que o Senhor Jesus fará separação do seu povo, ou as próprias ações do joio se encarregarão de armar para ele um tropeço em seu caminho.

“Ai do mundo, por causa das coisas que fazem cair no pecado! É inevitável que tais coisas aconteçam, mas ai daquele por meio de quem elas acontecem!”(Mateus 18: 7 NVI)

Judas Iscariotes era um joio no meio do trigo

Ele esteve acompanhando o ministério do Senhor Jesus todo o tempo.

Esteve aprendendo com ele, ouvindo sua palavra, comendo do pão que ele comia e participando de suas orações, vendo seus milagres e ainda o ajudava no ministério.

Mas Judas sempre andava fazendo coisas erradas durante o tempo em que acompanhava o ministério do Senhor (João 12: 4-6), ele era um verdadeiro joio no meio do trigo.

Todos sabemos que no final das contas Judas traiu ao Senhor Jesus, denunciando a seus inimigos onde ele estava, a fim de o prenderem, após isso sentiu remorso e suicidou-se.

O joio foi arrancado do meio do trigo!


Veja também

No juízo final o Senhor Jesus separará os crentes fiéis (o trigo) de uma lado e os falsos (joio) do outro.

Haverá vida eterna para os fiéis, mas a ira de Deus permanecerá sobre os outros.

“Assim como o joio é colhido e queimado no fogo, assim também acontecerá no fim desta era.

O Filho do homem enviará os seus anjos, e eles tirarão do seu Reino tudo o que faz cair no pecado e todos os que praticam o mal.

Eles os lançarão na fornalha ardente, onde haverá choro e ranger de dentes.

Então os justos brilharão como o sol no Reino de seu Pai. Aquele que tem ouvidos, ouça. (Mateus 13: 40-43)

Não cabe a nós julgar se alguém é joio ou trigo, todo julgamento que fizermos ira voltar para nós (Mateus 7: 1).

Cabe a nós intercedermos uns pelos outros (Tiago 5: 16) e vigiarmos por nós mesmos a fim de sermos o trigo verdadeiro de Deus (Mateus 7: 3-5).

Você já vivenciou uma situação em que viu o joio e o trigo crescerem juntos? Compartilhe conosco nos comentários, edifique a vida de outros irmãos em Cristo também.

Deus em Cristo abençoe sua vida. Amém!

Aprenda a desenvolver o hábito de estudar a Bíblia. Desfrute de uma verdadeira transformação em sua vida!

Gabriel Filgueiras

Cristão desde novembro de 2006 e Professor da Escola Bíblia Dominical desde julho de 2008, faço parte da Terceira Igreja Batista de Rio das Ostras, RJ. Minha missão é fazer que as pessoas cresçam passando a elas o que já aprendi e mostrar que todo cristão precisa entender bem a Bíblia Sagrada (2 Timóteo 2: 15).

Website: http://wp.me/P7fxRD-dd

Deixe seu comentário