Limpando o coração da raiz de amargura [Estudo Efésios 4:31]

Amargura é um sentimento maligno que destrói o ser humano por dentro e contamina outras pessoas também

Não é a toa que a Bíblia classifica este sentimento como raiz de amargura, pois ele nasce e vai crescendo até destruir a nós e aos outros.

Neste estudo bíblico vamos aprender o que é uma pessoa amargurada e como podemos limpar o nosso coração de toda raiz de amargura.

raiz-de-amargura-bibliaA amargura na Bíblia tem o significado de gosto ruim, ou seja, amargura é algo ruim e difícil de conviver.

A amargura pode vir quando sofremos alguma derrota, a perda de um ente querido; também pode ser algo mal resolvido dentro do coração que uma pessoa fica remoendo e trazendo dissabor à sua vida.

Leia agora Efésios 4: 31 e responda qual é a primeira coisa que precisamos nos livrar.

“Livrem-se de toda amargura, indignação e ira, gritaria e calúnia, bem como de toda maldade.”

Ela é chamada de raiz de amargura porque, quando alimentada, traz consigo outros males muito graves, dos quais veremos exemplos mais abaixo neste estudo.

Ao alimentar a amargura em seu coração Caim mata seu irmão Abel

Um exemplo clássico de uma pessoa que permitiu que a raiz de amargura crescesse em seu coração até dar um fruto mau é Caim.

A situação dele e de seu irmão Abel você já conhece: Abel deu uma oferta com capricho e carinho a Deus, mas Caim não teve o mesmo cuidado e ofertou uma coisa qualquer ao Criador.

Quando Caim viu que Deus gostou mais da oferta de Abel ficou irado e começou a permitir que a raiz de amargura crescesse em seu coração. Repare isto no aviso que Deus dá a ele:

“O SENHOR disse a Caim: “Por que você está furioso? Por que se transtornou o seu rosto? Se você fizer o bem, não será aceito?

Mas, se não o fizer, saiba que o pecado o ameaça à porta; ele deseja conquistá-lo, mas você deve dominá-lo”.” (Gênesis 4:6-7 NVI)

Eu te pergunto: será que se Caim tivesse dado ouvidos ao que Deus disse, e eliminasse a raiz de amargura do coração, teria matado a seu irmão?

Nabal morre depois de sentir uma amargura muito forte em seu coração

A morte de Nabal está registrada em 1 Samuel 25: 36-38, mas para compreender como ele sentiu tal amargura que o levou à morte é necessário ler todo capítulo 25, mas vou resumi-lo aqui.

Junto com Davi estavam alguns pastores de Nabal, assim como bens que ele possuía.

Davi cuidou bem dos pastores e de todos os bens e animais de Nabal enquanto estes estavam com ele.

Quando Davi precisou de ajuda com mantimentos enviou mensageiros até Nabal para que lhe pedissem, mas este respondeu a Davi de forma grosseira e negou ajudá-lo, veja em 1 Samuel 25:10-11.

Davi ficou furioso com isto e determinou ir até Nabal matar não só a ele, mas a toda a sua família.

Todavia quando a mulher de Nabal soube de toda situação enviou alguns servos com presentes a Davi e foi até ele logo em seguida.

Abigail rogou que Davi não fizesse mal a ele, pois era um homem grosso e insensato, e lhe pediu perdão (v. 23-31).

Davi ouviu a súplica de Abigail e voltou atrás com o que iria fazer.

Então veja o que aconteceu depois que Abigail voltou para falar com Nabal sobre o ocorrido.

“Quando Abigail retornou a Nabal, ele estava dando um banquete em casa, como um banquete de rei.

Ele estava alegre e bastante bêbado, e ela nada lhe falou até o amanhecer.

De manhã, quando Nabal estava sóbrio, sua mulher lhe contou tudo; ele sofreu um ataque e ficou paralisado como pedra.

Cerca de dez dias depois, o SENHOR feriu Nabal, e ele morreu.”

O que aconteceria se Nabal não alimentasse a raiz de amargura em seu coração após a notícia de Abigail, reconhecesse seu erro e fosse até Davi pedir-lhe perdão?

Nabal era insensato, grosso e orgulhoso. Quando ele sabe o perigo que corria e que foi salvo pela vida de sua mulher, isto lhe foi como uma grande humilhação.

É importante notar que a amargura nunca anda sozinha, ela sempre traz consigo diversos sintomas que contaminam quem está a nossa volta.

Veja o que diz Hebreus 12: 15 sobre a amargura.

Cuidem que ninguém se exclua da graça de Deus; que nenhuma raiz de amargura brote e cause perturbação, contaminando muitos;

Quem se afasta de Deus tem inclinação a alimentar um coração amargurado

Veja de onde vem a amargura segundo a Bíblia nos revela em Deuteronômio 29:18.

Cuidem que não haja entre vocês nenhum homem ou mulher, clã ou tribo cujo coração se afaste do Senhor, o nosso Deus,

para adorar os deuses daquelas nações e para que não haja no meio de vocês nenhuma raiz que produza esse veneno amargo.

A raiz de amargura nasce e cresce no coração quando se tira Deus do centro dele e se valoriza a dor pessoal. Um coração egoísta é como um baú que guarda muitas amarguras.

A raiz de amargura não está sozinha, veja os sentimentos que a acompanham em Efésios 4: 31

“Livrem-se de toda amargura, indignação e ira, gritaria e calúnia, bem como de toda maldade.”

Todos os sentimentos negritados no versículo acima são frutos de uma raiz de amargura que já está grande no coração.

Tenha seu foco em Deus, imite-o e assim poderá limpar o coração de toda amargura

vencendo-a-raiz-de-amargura-hebreus-12-15

Felizmente Jesus deu-nos o exemplo e venceu toda amargura que poderia ter sentido em seu coração contra muitos, pois tinha seu coração voltado para Deus, nosso Pai.

Pedro o negou (João 18:27), Judas o traiu (Mateus 27:3), seus discípulos o decepcionaram (Mateus 17:15-17) e o abandonaram (Mateus 26:56).

Dentre muitas outras coisas ele também foi capaz de perdoar seus malfeitores que o crucificaram e zombaram (Lucas 23:34).

Somente o amor e o perdão tem a força suficiente para limpar do coração toda raiz de amargura e felizmente a Palavra de Deus nos dá a orientação correta, veja:

“Sejam bondosos e compassivos uns para com os outros, perdoando-se mutuamente, assim como Deus os perdoou em Cristo.”

“Portanto, sejam imitadores de Deus, como filhos amados, e vivam em amor,

como também Cristo nos amou e se entregou por nós como oferta e sacrifício de aroma agradável a Deus.” (Efésios 4: 32; 5:1-2 NVI)

É necessário arrependimento, confissão de nossos pecados a Deus e a quem for preciso.

É preciso pedir perdão e liberar perdão também. Já dissemos que Nabal não teria morrido de tanta amargura caso tivesse reconhecido seu erro e pedido perdão a Davi.

O amargurado continuará rejeitando a Deus em sua vida enquanto não for curado pelo perdão e tiver um coração sincero.

Portanto, confessem os seus pecados uns aos outros e orem uns pelos outros para serem curados… (Tiago 5:16a NVI)

Recomendado: Entenda como não ter mais vergonha de falar com Deus.


Você conhece outros meios de se vencer a amargura? Role a página mais para baixo e compartilhe nos comentários. Deus abençoe sua vida!

Aprenda a desenvolver o hábito de estudar a Bíblia. Desfrute de uma verdadeira transformação em sua vida!

Gabriel Filgueiras

Meu objetivo é ajudar novos cristãos a amadurecerem no entendimento da Bíblia Sagrada, e os obreiros de Deus a capacitarem-se melhor para o ministério cristão.
Sou casado com a Lidiane Filgueiras e somos membros da 3ª Igreja Batista de Rio das Ostras, RJ, pr. Jorge Cônsoli Lima e Débora.
Sirvo ao Reino do Senhor Jesus como professor da Escola Bíblica Dominical desde Julho de 2008 e estou me dedicando a ajudar cristãos comprometidos através deste blog compartilhando estudos bíblicos, materiais e cursos cristãos para capacitação do ministério e edificação do corpo de Cristo.

Website: http://wp.me/P7fxRD-dd

4 Comentários

  1. Pingback: 4 Perguntas que farão você tratar a casa de Deus como a sua!

  2. Pingback: Entenda como liberar perdão sincero segundo a Bíblia Sagrada

  3. Ivanilda Gomes

    Excelente estudo ! Parabéns! Gostei do conteúdo! Obrigada. Abraço.

Deixe seu comentário