Batizado com o Espírito Santo e não falar em línguas? Sim, é possível!

Falar em outras línguas é evidência de batismo no Espírito Santo ou não? É possível o crente batizado com o Espírito Santo e não falar em línguas?Batizado com o Espírito Santo e não falar em línguas

Certamente você já ouviu muitos crentes dizendo que alguém batizado com o Espírito Santo e não falar em línguas não é possível de acontecer, mas se examinarmos a Bíblia com cuidado veremos o contrário.


Nota: Essa questão é polêmica, portanto, antes que se levantem julgamentos, quero dizer que hoje sou membro da igreja Batista, tenho 8 anos de caminhada em Assembleias de Deus (que ainda amo <3), e não sou contra o dom de falar em línguas, pois também o recebi do Espírito.


É triste saber que muitos irmãos são “discriminados” por outros por causa dessa questão que é mal interpretada, pois a maioria dos crentes não examina o contexto histórico da época dos apóstolos.

Portanto, SIM! Um cristão batizado com o Espírito Santo e não falar em línguas não é algo anormal!

Nem todos falam em outras línguas, veja nos versículos abaixo:

O que fala em uma língua desconhecida edifica-se a si mesmo, mas o que profetiza edifica a igreja.

Eu quero que todos vós faleis em línguas; mas antes que profetizeis,” (1 Coríntios 14:4,5 KJF)

Está claro no texto acima que nem toda pessoa batizada com o Espírito Santo fala em línguas, pois o apóstolo Paulo seu desejo de querer todos falando, mas não falam.

Mas todos que são batizados trabalham para o Reino de Deus de acordo com a capacidade que receberam do Espírito.

“Portanto, aquele que fala em língua desconhecida, ore para que a possa interpretar.” (1 Coríntios 14:13 KJF).

Aquele que fala em línguas ore para que interprete, a fim de edificar a igreja; e quem não fala? Mais uma vez está claro que nem todos os crentes tem este dom.

Ainda ensinando a respeito da diversidade de dons espirituais em 1 Coríntios 12

O apóstolo Paulo deixa essa questão mais esclarecida em sua fala nesses versículos:

E Deus colocou alguns na igreja, primeiro apóstolos, em segundo lugar, profetas, em terceiro, mestres, depois milagres, depois, dons de curar, de ajudar, de governar, de diversidades de línguas.

São todos apóstolos? São todos profetas? São todos mestres? São todos operadores de milagres?

Têm todos do dom de cura? Falam todos em línguas? Fazem todos interpretações?

Portanto, procurai fervorosamente os melhores dons;  (1 Coríntios 12:28-31a KJF)

“Mas um só e o mesmo Espírito que opera todas essas coisas, dividindo solidariamente a cada homem como ele quiser.” (1 Co 12:11 KJF)

No texto acima o apóstolo Paulo faz perguntas retóricas aos crentes de Corinto, isto é, já ciente da resposta, pois ele já sabe que o Espírito reparte os dons a cada um como Ele quer.

Nunca foi dito que todos são obrigados a falar em outras línguas, assim como nem todos os casos de batismo em Atos registram a manifestação deste dom (Atos 16:14-15, 32-34).

Falar em outras línguas não pode ser tomado como regra nem doutrina de evidência do batismo com Espírito Santo, isto é relato histórico!

Houve uma manifestação do Espírito Santo em Atos 2 através dos discípulos para certos propósitos, veja-os abaixo:

  • O cumprimento de profecias como de Joel 2:28,29 sobre o início do ministério do Espírito Santo e a manifestação do mesmo não somente através dos profetas de Israel, mas de diversas pessoas;
  • Para convencer um público alvo de que Jesus é o Messias (Atos 2:36-38);
  • Para posteriormente mostrar aos judeus que Deus estava chamando os gentios à sua aliança sem a necessidade de se guardar certas práticas da Lei de Moisés (pois este foi o início da Nova Aliança por meio da fé em Cristo).

Por que você acha que a descida do Espírito teve que acontecer logo no dia de Pentecostes?

Porque neste dia judeus de várias partes do mundo se reuniam em Jerusalém para celebrar essa festa judaica.

Desta forma o meio que o Espírito usou para se manifestar a todos, chamar a atenção deles e assim possibilitar a pregação do evangelho e da pessoa de Cristo foi a diversidade de línguas.

Falar em outras línguas era sinal da aceitação de Deus dos gentios e samaritanos em sua aliança

novo testamento reconciliação de judeus, samaritanos e gentios

Falar em outras línguas (ou idiomas, como descrito em Atos 2:7-11) era necessário para que os discípulos reconhecessem que os gentios e os samaritanos também estavam recebendo o Espírito Santo, e assim sendo aceitos por Deus.

A aliança de Deus era somente com os judeus até antes de Cristo, e estes desprezavam gentios (Atos 21:27-29) e eram inimigos dos samaritanos.

Para fazermos uma ideia da inimizade de judeus e samaritanos, veja com o que os judeus os comparavam:

Então responderam os judeus e disseram-lhe: Não dizemos nós bem que és samaritano, e que tens demônio? (João 8:48 KJF)

Logo, para que fosse comprovada a aceitação dos gentios e samaritanos no plano da salvação, era necessário que estes se igualassem aos judeus no que diz respeito à aliança divina.

“Enquanto Pedro falava ainda estas palavras, o Espírito Santo caiu sobre todos os que ouviam a palavra.

E surpreenderam-se os que criam na circuncisão, os muitos que vieram com Pedro, pois também sobre os gentios havia sido derramado o dom do Espírito Santo.

Porque eles os ouviam falar em línguas, e magnificar a Deus. (Atos 10:44-46a KJF)

Se essas evidências de batismo no Espírito Santo não acontecessem com eles, como aconteceu com os discípulos, os não judeus (gentios) continuariam sendo desprezados do Reino de Deus.

Em Atos 15 alguns homens fariseus tentaram impor aos gentios que estavam se convertendo que estes também se circuncidassem, caso contrário não seriam salvos.

Mas como os apóstolos e discípulos da igreja primitiva poderiam provar que estes já haviam sido aceitos por Deus sem a necessidade da circuncisão?

Acontecendo com eles o mesmo que aconteceu com os discípulos em Atos 2 (falar em outras línguas exaltando a Deus), veja:

“Depois de muita discussão, Pedro levantou-se e dirigiu-se a eles:

“Irmãos, vocês sabem que há muito tempo Deus me escolheu dentre vocês para que os gentios ouvissem de meus lábios a mensagem do evangelho e cressem.

Deus, que conhece os corações, demonstrou que os aceitou, dando-lhes o Espírito Santo, como antes nos tinha concedido [em Atos 2, lembra?].” (Atos 15:7-8 NVI)

Precisamos separar relato histórico de doutrina, e relato histórico não é doutrina!

Mas essa situação sempre será um debate sem fim dentre os cristãos, cada um quer expor seu ponto de vista, cada denominação tem uma doutrina diferente com relação a esse assunto.

Mesmo assim, visto a urgência do ensino da mensagem de salvação nos dias de hoje, não considero que seja útil os cristãos e as denominações ficarem discutindo por isso, causando rivalidade entre as igrejas.

A minha recomendação é que vigiemos para que não sejamos religiosos e nem crentes denominacionais (“eu sou batista, eu sou assembleiano, eu sou metodista, eu sou pentecostal”, etc.), mas que todos como filhos de Deus trabalhemos juntos para seu Reino sem esta dissenção que mais afasta os descrentes do que aproxima.

“Assim acontece com vocês.

Visto que estão ansiosos por terem dons espirituais, procurem crescer naqueles que trazem a edificação para a igreja.” (1 Coríntios 14:12 NVI)

Aprenda como interpretar a Bíblia de maneira correta examinando o contexto histórico e cultural

Como você viu neste estudo o exame do contexto histórico envolvendo diversas situações na Bíblia é muito necessário para se chegar a um entendimento completo da interpretação da Palavra..

Muitos erros de interpretação das Escrituras podem ser cometidos se ignorarmos o contexto histórico e cultural em volta de cada situação.

Obreiros que trabalham no ensino da Palavra como professores da EBD, pregadores, evangelistas, pastores, presbíteros, etc., precisam ter conhecimentos extras e ferramentas de estudo a fim de melhorar a eficácia do ensino, evitar erros e não ficar sem respostas para muitas situações.

Por isso encontrei uma forma de como estudar a Bíblia de Gênesis a Apocalipse com entendimento, resolvendo essas questões e aprendendo com quem já errou muito, mas que com estudo e esforço conseguiu interpretar a Palavra de maneira correta.

Clique aqui para saber mais sobre o portal de assinatura bíblico que tem abençoado centenas de obreiros de Deus em todo Brasil.

Se quiser conhecer mais cursos pelos quais poderá se capacitar melhor para exercer seu chamado e ministério cristão, confira algumas opções abaixo:

  • Programa Teologia para todos – O estudo da Teologia é o estudo de Deus através das Escrituras Sagradas. Mais de 20 mil obreiros de Deus já estão inscritos no programa e alcançando suas metas.
  • Dicas para professores da EBD – O professor da Escola Bíblica Dominical é um intérprete da Palavra e um guia em seu conhecimento, estudar mais e dedicar-se ao ensino deve ser sua meta!
  • Como preparar sermões e pregar a Bíblia – Descubra como tornar-se um pregador que maneja bem a Palavra da Verdade pelo Espírito utilizando as ferramentas certas para preparar suas mensagens.

Quer conhecer outros cursos cristãos? Clique aqui para acessar muito mais.

 

Aprenda a desenvolver o hábito de estudar a Bíblia. Desfrute de uma verdadeira transformação em sua vida!

Gabriel Filgueiras

Meu objetivo é ajudar novos cristãos a amadurecerem no entendimento da Bíblia Sagrada, e os obreiros de Deus a capacitarem-se melhor para o ministério cristão. Sou casado com a Lidiane Filgueiras e somos membros da 3ª Igreja Batista de Rio das Ostras, RJ, pr. Jorge Cônsoli Lima e Débora. Sirvo ao Reino do Senhor Jesus como professor da Escola Bíblica Dominical desde Julho de 2008 e estou me dedicando a ajudar cristãos comprometidos através deste blog compartilhando estudos bíblicos, materiais e cursos cristãos para capacitação do ministério e edificação do corpo de Cristo.

Website: http://wp.me/P7fxRD-dd

4 Comentários

  1. Discordo da posição do autor do texto. O Batismo no Espirito Santo, não é uma recompensa, ou obra da regeneração humana. Ela é sim, uma obra adicional do Espírito. Os crentes que são batizados no Espirito Santo são revestidos de um poder sobrenatural(Lc. 24: 49).
    Sobre a veracidade do Batismo no Espírito, a bíblia aponta para o “falar em línguas” como evidência de tal batismo.Isso pode ser confirmado através do discurso de Pedro(At.2.1-4), na vida dos “estrangeiros” que se converteram a Cristo(At.11:15-16), e ainda em um grupo de cristãos que estavam dispersos em Éfeso(At.19: 1-7).
    O que precisa ficar claro é que a experiência de ser batizado no Espírito Santo é uma das mais importantes e maravilhosas que um cristão pode vivenciar, e seu objetivo é a capacitação do discípulo de Cristo para proclamar o evangelho.( At.1:8).
    Um grande abraço!

    • Thiago concordo contigo no que diz respeito ao batismo no Espírito ser um revestimento de poder, nenhum cristão tem condições de discordar disso, basta lermos Atos 1:8 e também compararmos o próprio comportamento de Pedro antes de ser batizado (que negou a Cristo três vezes) e depois de ser batizado (que pregou para muitos dos mesmos israelitas que crucificaram o Senhor). Ele também poderia ser perseguido e sofrer a morte por parte destes israelitas, mas não teve medo de pregar-lhes a Palavra, pois recebeu o poder do Espírito para isso (Atos 2: 22-23, 36-38). E não só isso, mas muitos testemunhos de vida atuais também, eu mesmo posso me colocar como exemplo de transformação de vida e consequente capacitação para realizar um pouco da obra do Senhor.

      A questão aqui neste estudo é levar os crentes e denominações de igrejas a verem que nem todos tem o dom de falar em outras línguas e que não vale à pena ficarmos discutindo regras e doutrinas para isso, afinal de contas eu tentei deixar bem claro a separaçao entre relato histórico (Atos 2:1-13 e 19:1-7) e doutrina (1 Coríntios 12 e 14), em outras passagens, como em Atos 16, houveram batismos em nome do Senhor Jesus, mas não houve falar em línguas, logo, o que aconteceu em Atos 2 e 19 não é uma regra, mas sim um relato do que aconteceu de fato.
      As “regras” vieram a ser dadas depois pelo apóstolo Paulo (1 Coríntios 14).

      O foco aqui é levar os crentes que leem o estudo a procurarem os dons que vão trazer edificação para a igreja e deixar as muitas e infindáveis discussões a respeito de doutrinas e de religiosidade pra trás.
      E pelo que vejo nos ensinamentos de Paulo nem todos possuem o dom de falar em outras línguas, assim como muitos que supostamente o possuem não usam de forma recomendada como escrito em 1 Coríntios 14.

      E Deus colocou alguns na igreja, primeiro apóstolos, em segundo lugar, profetas, em terceiro, mestres, depois milagres, depois, dons de curar, de ajudar, de governar, de diversidades de línguas.
      São todos apóstolos? São todos profetas? São todos mestres? São todos operadores de milagres?
      Têm todos do dom de cura? Falam todos em línguas? Fazem todos interpretações?
      Portanto, procurai fervorosamente os melhores dons; e eu vos mostrarei um caminho ainda mais excelente. (1 coríntios 12:28-31 KJF)

      Assim também vós, que sois zelosos dos dons espirituais, procurai tê-los em abundância, para a edificação da igreja. (1 Coríntios 14:12 KJF)

      Mas como eu disse no estudo, esta questão sempre será discutida dentre as denominações de igreja; só espero que não sejamos religiosos à ponto de nos esquecermos das obras que realmente são importantes para Deus e que irão glorificar o Seu Nome.

  2. Carina

    Quem vive em fornicacao,Pode receber o espirito santo.

    • Carina, a Palavra de Deus condena a união sexual de pessoas fora da aliança do casamento.
      ‘Digo, porém, aos solteiros e às viúvas: É bom que permaneçam como eu. Mas, se não conseguem controlar-se, devem casar-se, pois é melhor casar-se do que ficar ardendo de desejo.’ 1 Coríntios 7:8-9 NVI

      Fornicação é a união sexual de pessoas fora da aliança do casamento, seja com um(a) ou mais parceiros(as), e isto constitui-se como pecado, e segundo podemos entender nas Escrituras a condição básica para uma pessoa receber o Espírito Santo é arrepender-se de seus pecados e, pelo nome e Jesus, abandoná-los.
      ‘Pedro respondeu: “Arrependam-se, e cada um de vocês seja batizado em nome de Jesus Cristo para perdão dos seus pecados, e receberão o dom do Espírito Santo. ‘ Atos 2:38 NVI
      Note que, conforme o texto acima, a condição para receber o Espírito Santo é arrepender-se de seus pecados; este é o primeiro passo, sem isso nada feito!
      Espero que com isto tenha ajudado a tirar sua dúvida, estou à disposição para mais lhe ajudar, Deus abençoe.

Deixe seu comentário