Entenda como liberar perdão sincero segundo a Bíblia Sagrada

Sem perdão não há vida! Você sabia disso?

Receber o perdão de uma ofensa causada por nós mesmos é realmente uma dádiva sem preço, mas quando a matéria é liberar perdão para um ofensor a história fica muito mais difícil, não é mesmo?!

entenda como liberar perdão segundo a bíblia sagrada

Pense no seguinte, podemos nomear o perdão de a chave que dá continuidade à vida (em vários aspectos).

Deus Pai nos perdoou os pecados cometidos contra Ele castigando Jesus em nosso lugar, observe:

“Mas ele foi traspassado por causa das nossas transgressões, foi esmagado por causa de nossas iniquidades;

o castigo que nos trouxe paz estava sobre ele, e pelas suas feridas fomos curados.” (Isaías 53:5 NVI)

Pode ser que você passe a sua vida inteira sem pecar contra as pessoas, mas contra Deus todos nós pecamos!

pois todos pecaram e estão destituídos da glória de Deus, (Romanos 3:23 NVI)

Através deste castigo sofrido por Jesus em nosso lugar na cruz do calvário, fomos justificados de nossas transgressões contra Deus, o Criador, nosso Pai, e por isso temos agora paz com Ele (Romanos 5:1).

A partir deste ponto, Deus também nos ordena que perdoemos as ofensas uns dos outros, veja abaixo:

E, quando estiverem orando, se tiverem alguma coisa contra alguém, perdoem-no, para que também o Pai celestial perdoe os seus pecados. (Marcos 11:25 NVI)

Mas há situações e maldades que parecem imperdoáveis, não é mesmo?!

Se você está lendo este estudo sobre perdão agora é porque já deve ter vivido alguma delas, não é verdade?

Se você sente dificuldades de liberar perdão, mesmo sabendo que é necessário para seu próprio bem, mas não consegue, você verá agora passagens da Bíblia sobre perdão que te ajudarão a cumprir essa ordem de Deus, da qual Ele mesmo nos deu o exemplo por meio de Jesus, nosso Senhor; continue lendo.

Situações na Bíblia que vão te encorajar a liberar perdão

Como eu já disse antes, precisamos reconhecer que o perdão é uma ordem divina para mim e você.

Repito: não é um pedido, é uma ordem! Conforme você leu agora no versículo sobre perdão: Marcos 11:25.

É verdade que a Bíblia tem versículos que dizem que precisamos perdoar para então sermos perdoados, veja abaixo:

“Pois, se perdoarem as ofensas uns dos outros, o Pai celestial também perdoará vocês.

Mas, se não perdoarem uns aos outros, o Pai celestial não perdoará as ofensas de vocês.” (Mateus 6:14-15 NVI)

Jesus também contou a parábola do credor incompassivo nos reafirmando que é nosso dever liberar perdão para nossos ofensores e devedores, da mesma forma que o Pai perdoou nossas ofensas contra Ele.

Quanto mais rápido perdoarmos as pessoas, não damos oportunidade para guardar ressentimentos no coração, veja nos versos abaixo:

““Quando vocês ficarem irados, não pequem”.

Apazigúem a sua ira antes que o sol se ponha e não deem lugar ao Diabo.” (Efésios 4:26-27 NVI)

Lembre-se que Caim, mesmo depois de Deus ter lhe avisado, não pediu perdão, mas antes guardou a ira no seu coração.

Isso gerou um forte ressentimento que o levou a matar seu irmão Abel (Gênesis 4:6-8).

Mesmo que seja muito difícil liberar perdão para alguém, mas mesmo assim perdoarmos em obediência a Deus, Ele mudará o sentimento de nosso coração

Foi por este motivo que Jesus foi capaz de completar a missão que Deus lhe deu, pois Ele perdoou não só a seus ofensores, mas também a seus discípulos que o abandonaram e o negaram.

Ele não guardou ressentimentos que o contaminassem e trouxessem vários males e mágoas para dentro do coração.


Leia também: Limpando o coração da raiz de amargura [Estudo Efésios 4:31].


Jesus nos ensina em Lucas 17:3,4. que mesmo pecando várias vezes num só dia, devemos liberar perdão. (Leia também Mateus 18:15-19).

O perdão é uma questão espiritual também! Veja o que Mateus 18:19 nos fala que tudo que ligarmos na terra será ligado no céu.

Portanto, se perdoarmos ou não, lá no céu se fará confirmação mediante o que fizemos, e no mundo espiritual seremos curados ou amaldiçoados, dependendo de nossa atitude.

Esta questão é tanto espiritual que Jesus nos ensinou, a pessoa que endurece seu coração e decide não liberar perdão atrai demônios para sua vida (Mateus 18:32-35)

Mesmo que você considere muito difícil a tarefa de liberar perdão para alguém, quero que saiba que não está sozinho nisso, veja abaixo.

O próprio Deus tomou a atitude de “procurar” o ser humano a fim de reconciliar-se com ele e o perdoar

Deus fez isto por meio de Jesus, dando-nos assim o exemplo a ser seguido e mostrando-nos que Deus é amor e perdão.

“Tudo isso provém de Deus, que nos reconciliou consigo mesmo por meio de Cristo e nos deu o ministério da reconciliação,

ou seja, que Deus em Cristo estava reconciliando consigo o mundo, não levando em conta os pecados dos homens, e nos confiou a mensagem da reconciliação.”

(2 Coríntios 5:18-19 NVI)

Note bem que ao liberar perdão para o ser humano Deus não levou em conta os seus pecados, mas teve a iniciativa de enviar Jesus Cristo a fim de ser sacrificado em seu lugar e obtermos perdão por meio dele.

Mas mesmo sabendo de tudo isso há situações extremamente difíceis de liberar perdão, você concorda?

Felizmente a Bíblia nos dá a chave para isso, nos fazendo enxergar a única forma de como perdoar uma pessoa nestes casos.

Preste muita atenção nas situações abaixo e no segredo para liberar perdão para qualquer pessoa.

Em Atos 7:60 Estêvão teve a capacidade de clamar a Deus para que perdoasse os que conspiraram contra ele, e o apedrejaram até a morte.

Mas como é possível liberar perdão para alguém que trama contra mim e me leva até a morte?

A resposta para essa pergunta está no modo que Estêvão vivia muito antes deste acontecimento, leia abaixo:

“Irmãos, escolham entre vocês sete homens de bom testemunho, cheios do Espírito e de sabedoria. Passaremos a eles essa tarefa

Tal proposta agradou a todos.

Então escolheram Estêvão, homem cheio de fé e do Espírito Santo, além de Filipe, Prócoro, Nicanor, Timom, Pármenas e Nicolau, um convertido ao judaísmo, proveniente de Antioquia.

Estêvão, homem cheio da graça e do poder de Deus, realizava grandes maravilhas e sinais no meio do povo.” (Atos 6:3,5,8 NVI)

“Mas Estêvão, cheio do Espírito Santo, levantou os olhos para o céu e viu a glória de Deus, e Jesus em pé, à direita de Deus,” (Atos 7:55)

Conseguiu perceber como que Estêvão teve a capacidade de liberar perdão aos homens que o mataram?

Estêvão foi além disso e desejou que os mesmos fossem salvos por Deus e perdoados de seus pecados (Atos 7:60).

Estêvão nos deu uma verdadeira lição de como perdoar alguém que maltrata e fere agente.

Para estarmos capacitados a liberar perdão em situações muito difíceis, precisamos antes estar cheios do Espírito Santo no coração em todo o tempo de nossa vida, buscando a Deus e o amando em todo momento.

Além disso precisamos nos permitir ser perdoados por Deus, arrependendo-se e confessando=lhe nossos pecados abandonando-os, nos tornando assim filhos dele.

Dessa forma teremos a certeza de que nosso Pai Celestial nos perdoou grandes pecados e seremos livres de culpas, acusações ou condenações.

Satanás oprime aqueles que não receberam o perdão de Deus em seu coração, e dessa forma ficam incapacitados de liberar perdão a seus ofensores também.

Mas se nos arrependemos, confessamos e abandonamos nossos pecados, temos a certeza de que Deus nos perdoará (1 João 1:9), Satanás não terá poder sobre nossa vida, e amaremos ao Senhor de todo coração.

Eu afirmo a você, então, que o grande amor que ela mostrou prova que os seus muitos pecados já foram perdoados.

Mas onde pouco é perdoado, pouco amor é mostrado. (Lucas 7:47 NTLH)

Conforme eu já disse no início do artigo, a Bíblia diz que não podemos pedir para sermos perdoados enquanto não perdoarmos uns aos outros também (Marcos 11:26).

A graça vem da atitude de perdoarmos o outro sem que ele mereça nosso perdão. Por isso a graça é tida como um favor que não merecemos.

Deus nos perdoou os pecados e nos amou mesmo quando não merecíamos seu perdão, veja:

Porém, Deus comprova seu amor para conosco pelo fato de ter Cristo morrido em nosso benefício quando ainda andávamos no pecado. (Romanos 5:8 KJA)

Perdoemos e sejamos confiantes. Assim o Senhor nos fortalecerá e nos guardará do Maligno (2 Tessalonicenses 3:3).

Ele tornará o mal em bem, assim como fez com José no Egito.

“Deus nos ordena fazer, e nos capacita a fazer aquilo que nos ordena” (Charles Spurgeon)

Espero que este estudo tenha te ajudado e te fortalecido. Compartilhe conosco nos comentários mais palavras para fortalecer os outros leitores. Compartilhe este estudo com seus irmãos em Cristo, Deus abençoe.

Aprenda a desenvolver o hábito de estudar a Bíblia. Desfrute de uma verdadeira transformação em sua vida!

Gabriel Filgueiras

Meu objetivo é ajudar novos cristãos a amadurecerem no entendimento da Bíblia Sagrada, e os obreiros de Deus a capacitarem-se melhor para o ministério cristão.
Sou casado com a Lidiane Filgueiras e somos membros da 3ª Igreja Batista de Rio das Ostras, RJ, pr. Jorge Cônsoli Lima e Débora.
Sirvo ao Reino do Senhor Jesus como professor da Escola Bíblica Dominical desde Julho de 2008 e estou me dedicando a ajudar cristãos comprometidos através deste blog compartilhando estudos bíblicos, materiais e cursos cristãos para capacitação do ministério e edificação do corpo de Cristo.

Website: http://wp.me/P7fxRD-dd

1 Comentário

  1. Pingback: 4 Coisas que você pode fazer quando seu irmão cair em pecado

Deixe seu comentário